TEMA 05 – A COMUNHÃO DOS SANTOS

O grupo ACCATÓLICA (whatsapp) é constituído de pessoas que desejando aprender a verdade, reúnem-se através dos meios digitais a fim de defender a fé e descobrir as ferramentas apologéticas”. 

Deseja participar? Contate-nos (menu principal).

Data: 15/01/2018 à 20/01/2018

A “comunhão dos santos” é a crença cristã católica de que todos nós, comungamos das realidades espirituais que são concedidas, mediante a graça por intermédio do Corpo Místico de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Essa comunhão é realizada através da união entre os irmãos, vivência dos sacramentos / missa e da oração.

PRIMEIRA PREMISSA – A ALMA É IMORTAL

Após a morte, a alma criada por Deus, passará pelo juízo particular (Hb 9,27). Os que morrem na amizade de Deus, ou serão purificados (1 Cor 3,15) ou estarão no céu contemplando a face de Deus (Sl 35,10).

VT: Gn 37,35; Nm 16,30.33; Dt 32,22; 1 Sm 2,6; 1 Sm 28,19; Eclo 46,20; 2 Sm 12,23; 1 Rs 17,21-22; Jó 14,13; Jó 17,13a; Jó 19,26; Sl 55(54),16; Sl 86(85),13; Sl 139(138),8; Sb 16,13; Ez 26,20; Ez 32,17-21; Dn 3,86.

NT: Mt 10,28; Mt 17,3; Mt 22,32; Lc 16,22-23.27; Lc 23,43; Mc 9,2-7; 1 Ts 3,13; 2 Cor 5,8-9; 2 Cor 12,2-3; Ef 3,14-18; Fl 1,23; 1 Pe 3,18-19; 1 Pe 4,6.

CIC: 362-368, 1021, 1051.

SEGUNDA PREMISSA – DEUS É DEUS DOS VIVOS

Deus, sendo onipotente, onipresente e onisciente, jamais poderia ser um “Senhor dos mortos“; ao contrário, Ele reina para todos aqueles que aceitando seu projeto de amor, se fazem presentes em seu Corpo Místico através do batismo.

Cf. Mt 22,32.

TERCEIRA PREMISSA – A MORTE NÃO NOS SEPARA DO CRISTO

Integrados em total plenitude no amor perfeito de Jesus, nem mesmo a morte, sendo o salário do pecado, fará com que nós fiquemos separados do Senhor. Seja no corpo ou fora dele (2 Cor 5-8-9), continuaremos unidos em sua realidade divina.

Cf. Rm 8,35-39.

QUARTA PREMISSA – OS SANTOS PODEM INTERCEDER POR NÓS

A oração dos justo tem grande eficácia” (Tg 5,16). Somos um único Corpo e vivemos dessa realidade através da oração. Os santos rogam por nós porque o próprio Deus assim o permite e dessa forma, realizamos plenamente a “comunhão dos santos“.

VT: Gn 4,10; 2 Mc 15,14; Jó 5,1; Jó 33,23-24; Tb 12,12; Zc 1,12; Jr 15,1; Br 3,4

NT: Lc 16,29; 2 Cor 1,11; 1 Ts 3,13; Hb 12,1; Hb 12,22-23; Ap 5,8; Ap 6,9-10; Ap 8,3; Ap 7,10-15; Ap 18,20.

CIC: 210, 336, 956, 958, 1434, 2156, 2574, 2577, 2578, 2584, 2683.

DC: 206, 206.



Categorias:Grupo ACCATÓLICA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: