Rm 3,11 – LEITOR PERGUNTA: NINGUÉM PODE BUSCAR A DEUS?

Nome: Anônimo
Data: 27 de abril de 2021
Horário: 08:00
Site –
Pergunta: Em romanos 3,11 diz que ninguém pode buscar a Deus, como enxergar isso? Os calvinistas estão certos em dizer que estamos totalmente mortos?

RESPOSTA CATÓLICA

Pax!

Essa passagem é muito usada por calvinistas para embasar um dos cinco pontos da TULIP, chamado de “depravação total”, isto é, estamos totalmente mortos e sem quaisquer condições de buscar a Deus.

O problema é que a teologia reformada tira qualquer possibilidade de cooperação da nossa parte. Eles são monergistas, enquanto nós (católicos) em totalidade, somos sinergistas, isto é, cremos que qualquer coisa só pode ser realizada mediante a graça, mas de certa forma, temos a possibilidade de cooperar com ela.

Cremos nisso, não porque exista algo bom em nós, mas porque o arbítrio nos é concedido. Em Mateus 23,37 diz:

Ó Jerusalém, Jerusalém, que assassinas os profetas e apedrejas os que te são enviados! Quantas vezes Eu quis reunir os teus filhos, como a galinha acolhe os seus pintinhos debaixo das suas asas, mas VÓS NÃO O ACEITASTES!

A escritura diz que essa corrupção por conta do pecado original nos afetou em nossa natureza, mas que com a ajuda da graça, podemos ou não cooperar com ela.

O Catecismo da Igreja Católica diz que em Cristo, “a nossa natureza foi restaurada”:

1701. «Cristo, […] na própria revelação do mistério do Pai e do seu amor, manifesta plenamente o homem a si mesmo e descobre-lhe a sua vocação sublime». Foi em Cristo, «imagem do Deus invisível» (Cl 1, 15), que o homem foi criado «à imagem e semelhança» do Criador. Assim como foi em Cristo, redentor e salvador, que a imagem divina, deformada no homem pelo primeiro pecado, foi RESTAURADA NA SUA BELEZA ORIGINAL e enobrecida pela graça de Deus.

Em resumo, a Igreja Católica crê que nós ainda conservamos o desejo do bem, mesmo que nossa natureza esteja totalmente destruída pelo pecado:

1707. «Seduzido pelo Maligno desde o começo da história, o homem abusou da sua liberdade». Sucumbiu à tentação e cometeu o mal. Conserva o desejo do bem, mas a sua natureza está ferida pelo pecado original. O homem ficou com a inclinação para o mal e sujeito ao erro.

Em IC XC

Érick A. Gomes




Categorias:Espaço do Leitor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: