9 respostas

  1. Olá, você poderia explicar o conflito entre o papa Estêvão e São Cipriano de Cartago? Como ele poderia reconhecer a autoridade de Estêvão se o contrariou ao realizar o rebatismo? Também gostaria que você falasse acerca das discrepâncias entre as listas dos papas; alguns historiadores argumentam que isso indica que a igreja de Roma não tinha um bispo mas um conselho de anciãos.

    • Izaquiel, é seu segundo comentário seu colocado no site e aqui fica a minha pergunta: você está fazendo a sua parte e estudando o tema com seriedade? Leu e assistiu todas as indicações que te dei no outro artigo que você comentou?

      Pergunto, porque perguntas aleatórias não serão muito efetivas.

      – Papa Estevão e Cipriano.

      A situação aqui é simples: a Igreja da África queria rebatizar os hereges. Isso ia contra a prática antiga da fé cristã, na qual Roma e o Papa defendia.

      Houve um enfrentamento e no fim, a decisão da Sé Apostólica prevaleceu, como disse o próprio São Cipriano:

      “Estevão PROIBIU que na Igreja seja batizado quem provenha de qualquer heresia, ou seja, JULGOU fundados e legítimos os batismos de todos os herejes”. Página 46, Denzinger, Carta Fragmento de 256 d.C.

      Questionar o papa, não significa ir contra a Sé de Roma. Aliás, Cipriano foi o maior defensor da unidade da “catedral de Pedro”.

      De qualquer forma, permaneceu a decisão do Bispo de Roma.

      – Listas Papais.

      Durante a história da Igreja, tivemos alguns “antipapas”. Alguns de forma errônea, os colocam na lista.

      Se quiser ver a ordem da sucessão, acesse o site do Vaticano. Lá, todos os sucessores de Pedro aparecem em ordem cronológica.

      • Você não me entendeu no tocante às listas pois estou falando dos primeiros papas. Notei contradições entre as listas de Irineu de Lyon: “Os bem-aventurados Apóstolos, portanto, fundando e instituindo a Igreja, entregaram a Lino o cargo de administrá-la como bispo; a este sucedeu Anacleto; pois dele, em terceiro lugar a partir dos Apóstolos, Clemente recebeu o episcopado.“; Tertuliano: “A Igreja também dos romanos pública – isto é, demonstra por instrumentos públicos e provas – que Clemente foi ordenado por Pedro.“ e Optatus de Milevis: Para Pedro sucedeu Linus, para Linus sucedeu Clemente, a Clemente Anacletus, a Anacletus Evaristus, a [….]”. São essas discrepâncias que fazem alguns historiadores conjecturar que roma não tinha uma bispo mas um conselho de anciãos.

      • Vamos lá:

        Irineu: (1) Pedro; (2) Lino; (3) Anacleto; (4) Clemente.
        Optatus: (1) Pedro; (2) Lino; (3) Clemente; (4) Anacleto.

        Aqui, há apenas uma divergência de ordem, mas os nomes estão ai. Essa pequeníssima divergência, não altera em nada o nome dos 4 primeiros bispos de Roma.

        Sobre Tertuliano, ele disse que “Clemente foi ORDENADO por Pedro”. Ser ordenado, não significa que ele se tornou bispo da cidade. Não sei de onde você tirou que ai está dizendo que Clemente sucedeu Pedro. Ser ordenado e suceder de forma primária, são coisas totalmente diferentes.

        Agora, essa história de que a Igreja de Roma tinha um conselho de anciãos, começa com uma conjectura sobre o fato de Santo Inácio de Antioquia não citar nenhum “bispo” na introdução de sua carta.

        Porém, esse argumento é facilmente desmantelado por três pontos:

        1 – Os 30 primeiros papas foram martirizados. Provavelmente, Inácio não tinha conhecimento de quem estaria ocupando a cátedra naquele momento. Do ano 100 a 107, tivemos dois bispos em Roma, justamente por conta da perseguição, a rotatividade era grande.

        2 – Roma era a cidade imperial e tendo em vista a perseguição, Inácio optou por não citar o nome do bispo local.

        3 – Inácio envia 7 cartas, em seis dela, afirma que “tudo deve ser feito com Bispo”; “não faça nada sem o Bispo” e só para Roma, onde ficava a Igreja principal, não precisaria? Ali, só seria necessário um “conselho de anciãos”, mas para as outras, precisaria do bispo. Argumento de falácia.

        Espero que esteja estudando com sinceridade. Quais livros já leu ou está lendo?

  2. Por hora estou apenas lendo artigos na internet. Entretanto, se você tiver algum livro em defesa do papado pra me indicar eu agradeço.

  3. Esse site é sensacional. Que Deus abençoe vocês.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: